20 de ago de 2010

Turbilhão de emoções



É inexplicável o sentimento que nos toma assim que descobrimos a gravidez.
Será que to pronta? Meu Deus, será que darei conta de cuidar do maridão, da casa, do cachorro, de mim e do bebê?
Não ta cedo não? Caramba, se eu tivesse me precavido isso não teria acontecido!

Mas de repente a gente enxerga o milagre que esta acontecendo dentro da gente e percebe quantas maravilhas estão para vir. Serei mãe agora! Não há nada que me tome o orgulho de estar gerando um ser, meu filho.

Do instante de fragilidade a gente se sente forte o suficiente para brigar com quem quer que seja, defendemos nosso filho desde o primeiro instante, e lutamos para que tudo dê certo. Somos esquisitas mesmo, ao tempo que precisamos de nosso companheiro ao nosso lado, cuidando, compreendendo e nos ouvindo (olhe que tem hr que nem eu me aguento), por outro lado não precisamos de mais ninguém, podemos cuidar de nós mesmas e desta criança.

É um turbilhão de emoções sim, e ainda bem que o estou sentindo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você poderá também gostar de: